Insatisfeitos com má fase, torcedores do Cruzeiro protestam contra time e diretoria

Compartilhe:

A má fase dentro e fora de campo no Cruzeiro já provocou a primeira manifestação de torcedores organizados. Na tarde desta quinta-feira, integrantes da Máfia Azul foram para a porta da sede administrativa do clube, no Barro Preto, região Centro-Sul de Belo Horizonte, para protestar contra os jogadores e a diretoria.

“Alguma coisa tem que ser feita. Aquela entrevista do Mano (Menezes, treinador) no final (após a derrota para o Fortaleza, nessa quarta-feira) ficou estranha. Ele não tem justificativa para dar. Se ele não tem a justificativa, quem tem? Essa diretoria tem que pôr a cara a tapa”, disse o torcedor que se identificou como Maurício, da Velha Guarda da Máfia Azul, que pediu as saídas do presidente Wagner Pires de Sá, do vice de futebol, Itair Machado, e do diretor-geral, Sérgio Nonato.

Com a derrota por 2 a 1 para o Fortaleza, o Cruzeiro chegou a nove jogos sem vencer na temporada. São oito pontos após nove rodadas do Campeonato Brasileiro, com duas vitórias, nove gols marcados e 16 sofridos: saldo negativo de sete gols. É o pior início do clube na era dos pontos corridos.

“Está acontecendo alguma coisa extracampo. O Cruzeiro não está rendendo, não é só pelo time, está acontecendo alguma coisa na administração do clube. Está acontecendo alguma coisa nos bastidores que a torcida não está sabendo. Os torcedores sempre foram de apoiar o time, mas a gente cobra quando o time está em má fase porque sabe que o time pode mais”, afirmou o torcedor que se identificou como Leonardo.

Itatiaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *