Câncer de mama: doença é rara nos homens, mas requer atenção

 Câncer de mama: doença é rara nos homens, mas requer atenção
Compartilhe esta notícia:
Digiqole ad

Quando se fala em câncer de mama é comum pensarmos logo nas mulheres. Porém 1% dos casos, no Brasil, ocorre em homens. Devido a essa baixa incidência, não há programas de rastreio da doença para o público masculino, mas ao se identificar caroços ou inflamações na área da mama, é indicado procurar logo um médico.

O mastologista Marcelo Bello, diretor da unidade especializada em câncer de mama do  Instituto Nacional do Câncer (INCA), explica que no caso dos homens a retirada da mama é sempre indicada

“O tratamento é sempre a mastectomia, sempre a cirurgia de retirada da mama, porque a mama masculina é muito pequena, não tem chance praticamente nenhuma de você preservá-la, e obter um bom resultado oncológico. Agora, a questão do esvaziamento da axila no homem é espelhada no tratamento da mulher. Você também pode fazer biópsia de linfonodo de sentinela, se esse linfonodo estiver negativo você pode não esvaziar a axila, você pode fazer quimioterapia pra reduzir o tumor e tratar a axila antes da cirurgia pra não precisar fazer o esvaziamento da axila.”

Há seis anos, o carreteiro aposentado Paracelso Alves Junior se sentiu incomodado com uma pequena inflamação próxima ao mamilo. Procurou uma médica da família que o encaminhou a um mastologista. Paracelso revela a dificuldade que enfrentou para conseguir a consulta.

“Demorou nove meses para conseguir a consulta com a mastologista devido ao desconhecimento do próprio pessoal da saúde sobre o câncer de mama masculino. Porque as atendentes arquivaram, então aí o pedido da médica achando que a médica era maluca”, declarou.

Cinco dias após a consulta, Paracelso foi operado. Desde então, já passou por sessões de quimioterapia, radioterapia e segue fazendo sessões de hormonioterapia. O aposentado espera que a população se conscientize de que o problema também afeta os homens.

“Se eu tivesse conhecimento sobre o câncer de mama nos homens, eu não teria perdido a minha mama, não teria perdido boa parte da musculatura do meu braço, não teria sido aposentado por invalidez. Tudo isso por falta de conhecimento”, afirmou.

O mastologista Marcelo Bello afirma que o câncer de mama masculino geralmente está ligado a fatores genéticos, por isso sempre que se detecta a doença em um homem, deve-se investigar toda a família. Segundo o médico, a falta de atividades físicas e de uma alimentação saudável, além do consumo excessivo de bebidas alcoólicas, estão entre os fatores que potencializam o risco de desenvolver a doença.

Fonte: Radioagencia Nacional

Digiqole ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: