Chuvas em MG: Vale, Usiminas e CSN suspendem operações temporariamente

 Chuvas em MG: Vale, Usiminas e CSN suspendem operações temporariamente
Compartilhe esta notícia:
Digiqole ad

As chuvas não param de castigar municípios de Minas Gerais. De acordo com a Defesa Civil mineira, bombeiros recebem pedidos de socorro de várias partes do estado. Entre as cidades mais afetadas, estão Santa Luzia e São Joaquim de Bicas, na região metropolitana da capital Belo Horizonte, onde os bombeiros estão retirando pessoas ilhadas.

Segundo a corporação, existem áreas de risco em  Pará de Minas, com possibilidade de rompimento da barragem do reservatório de água da hidrelétrica da Usina do Carioca.

Outra preocupação da Defesa Civil é com as estradas que cortam o estado. Uma das maiores, a BR 040, em Nova Lima, que foi fechada por 45 horas, foi liberada na manhã desta segunda. A rodovia liga Brasília ao Rio de Janeiro e estava bloqueada depois que o Dique Lisa, da Mina Pau Branco, transbordou no sábado e invadiu a pista.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o transbordamento do dique aconteceu por causa do excesso de chuva, sem, no entanto, ter havido rompimento da barragem. Mesmo assim, como não há como garantir a estabilidade das estruturas, moradores de residências próximas foram retirados. A pedido do Ministério Público de Minas Gerais, a Mina de Pau Branco, da empresa Vallourec, teve as atividades suspensas pelo Tribunal de Justiça mineiro.

O tenente Pedro Aihara, oficial do Corpo de Bombeiros do estado, em entrevista ao programa Revista Brasil desta segunda-feira, explicou que o motivo de tanta enxurrada é o volume de chuvas neste mês de janeiro, que está muito acima da média de anos anteriores.

E as chuvas ainda não vão dar trégua em Minas Gerais, como informou o meteorologista Mamedes Mello, do Inmet, Instituto Nacional de Meteorologia. 

Por causa da segurança das barragens nesse período de fortes chuvas, nesta segunda-feira, as empresas Vale, Usiminas, e a CSN – Companhia Siderúrgica Nacional – anunciaram a suspensão temporária das operações em Minas Gerais.

A CSN informou que vai retomar as atividades nos próximos dias, e que suspendeu também as operações de exportação de minério de ferro no terminal de Itaguaí, no Rio de janeiro, devido à alta umidade no local. Já a Vale paralisou parte da produção, a fim de garantir a segurança dos seus empregados e das comunidades.

A Mineração Usiminas também paralisou temporariamente as operações, e informou que foi acionado o nível 1 – de alerta moderado – do Plano de Ação de Emergência de Barragens da Mineração para sua Barragem Central, desativada desde 2014.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, por meio do Twitter, destacou que a pasta segue dando assistência aos municípios mineiros atingidos pelas fortes chuvas das últimas semanas, e que já foram liberados R$ 47 milhões para as prefeituras.

Fonte: Radioagencia Nacional

Digiqole ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: