Dia das mães: “Não é hora das famílias se juntarem”, diz Fábio Baccheretti sobre reuniões

Nesta semana o atual secretário estadual de Saúde, Fábio Baccheretti, fez um alerta durante uma entrevista à Rádio Super 91.7 FM para que as famílias não se reunião para celebrar o dia das mães. Com a aproximação do Dia da Mães, Governo se preocupa com aglomerações em um momento que o país não apresenta melhora nos números da covid-19.

“Não é hora de aglomerar, dos núcleos familiares se juntarem. É hora da gente continuar tomando os cuidados para que daqui a pouco a gente tente recuperar a rotina”, disse o médico que ocupa o cargo de secretário estadual de saúde”, disse. O secretário disse que mesmo com saudade do período antes da pandemia, é necessário fazer os cuidados ainda mais para voltarmos mais rápido. Todos estamos com saudade daquele tempo, mas para a gente voltar a ter aqueles momentos, esse momento é de cuidado, de seguir à risca todos os protocolos que falamos sempre”.

A orientação também incluiu a vacinação, pois ainda não há grande parte da população imunizada. “No Dia das Mães, vamos preservar as mães de todo mundo. Vamos lembrar que é o último Dia das Mães com grande restrição. Ano que vem, em maio do ano que vem, todos estarão vacinados. Todos poderão encontrar as suas mães com mais tranquilidade”, ressaltou Fábio.

Foi informado também que, há uma preocupação com o perfil da covid-19 neste momento, devido ao aumento de internações de jovens. De acordo com o secretário, este aumento mostra que este grupo está se expondo mais ao risco de contaminação. “Não é uma mudança no comportamento do vírus apenas, mas eles estão se expondo mais. Então vale a pena lembrar que o vírus continua circulando, é um vírus altamente contagioso”, finalizou.

Comentários