Ex-prefeito de Janaúba e filho morrem vítimas da Covid-19: ‘É uma tragédia, a família está muito abalada’, diz genro

O ex-prefeito de Janaúba Wildemar Maximino da Cruz, conhecido como Vivi Cruz, e o filho dele morreram por complicações da Covid-19. Os dois estavam internados em hospitais de Montes Claros e faleceram nessa sexta-feira (2). Os corpos foram enterrados neste sábado (3) no Cemitério da Saudade, em Janaúba.

A família recebeu a notícia da morte de Wildemar Maximino da Cruz, de 85 anos, por volta de 15h30. Cerca de uma hora depois o filho, Wildemar Maximino da Cruz Júnior, de 55 anos, também morreu. A informação foi confirmada pelo genro do ex-prefeito, João Kennedy Braga.

O filho foi o primeiro a apresentar sintomas da doença e antes do diagnóstico, chegou a fazer dois exames que deram negativo.

“Ele entendeu que era alergia, como não melhorou fez exame no pulmão. O Dema (filho) já foi internado com o pulmão bem comprometido e foi intubado dois dias depois. O Vivi (pai) saiu daqui bem, foi internado porque a saturação baixou muito e também precisou ser intubado. A doença é implacável, destrói mesmo”, relembra o genro.

Pai e filho foram enterrados no início da tarde deste sábado. Alguns familiares acompanharam o cortejo até o Cemitério da Saudade, onde teve um momento de benção feito por um padre. Uma das filhas do ex-prefeito e a esposa dele não puderam participar da despedida porque também testaram positivo para Covid-19.

“Eles não foram para não correr o risco de transmitir para mais alguém. As duas permanecem isoladas em casa e estão estáveis”.

Trajetória política

Wildemar Maximino da Cruz foi prefeito de Janaúba por três mandatos. O último foi entre os anos de 1997 a 2000.

Ele também foi presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba e Presidente da Fundação Hospitalar Fundajan.

O atual prefeito, José Aparecido Mendes, decretou luto oficial no município por três dias.

Do portal G1grandeminas