Influenza: vacinação contra a gripe atinge 1,8% do público-alvo

Rio de Janeiro - Vacinação contra a gripe na clínica da família Sérgio Vieira de Mello, região central da cidade. O início da vacinação contra a gripe foi antecipado para esta segunda-feira(25), em todo o estado do Rio de Janeiro, para gestantes e crianças com idades a partir de seis meses e menores de cinco anos, além de pacientes renais crônicos. (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Vacinação contra a gripe atinge 1,4 milhões de doses aplicadas desde o início da campanha nacional, que começou no dia 12 de abril. Isso representa cerca de 1,8% do público-alvo definido, que abrange 79,7 milhões de brasileiros.

A campanha é dividida em três etapas e vai até o dia 9 de julho. Até o momento, a região que mais vacinou foi o Sudeste, com 607 mil doses aplicadas. Aparecem em seguida, as regiões Sul, Nordeste, Centro-Oeste e por último a região Norte, com apenas 50 mil doses aplicadas. Entre os grupos prioritários estão as crianças, os trabalhadores da saúde e as gestantes. 

Vale ressaltar que o Ministério da Saúde não recomenda que sejam aplicadas conjuntamente as vacinas contra a covid-19 e contra a influenza. De acordo com a pasta, o aconselhável é que tenha uma diferença de pelo menos 14 dias entre uma vacina e outra.

Para mais informações sobre a campanha nacional, cronograma de vacinação e grupo prioritários, acesse o site do Ministério da Saúde.

Fonte: Brasil 61

Comentários