Quando será liberado o saque emergencial do FGTS 2021? Entenda

Diante do atual momento de instabilidade do país, em decorrência da pandemia,  muito se aguarda entre os trabalhadores brasileiros, a liberação do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) em 2021. A medida foi implementada ano passado, e conseguiu impactar a vida de cerca de 60 milhões de trabalhadores. 

O saque emergencial em 2020 ocorreu de forma em que era permitido que o trabalhador tivesse acesso ao saldo disponível na conta do fundo de garantia, seja ela ativa ou inativa. Deste modo, era possível retirar o valor de até um salário mínimo conforme o mês de aniversário do trabalhador.

Ainda neste sentido, a medida chegou ao fim em 31 de dezembro de 2020, dado que o saque era de caráter extraordinário permitido pelo estado em calamidade pública.

Saque emergencial em 2021

Conforme expresso no plano de contingência divulgado ao final do ano passado, o governo demonstrou interesse em adotar a medida para 2021. Assim sendo, era de muita expectativa dos trabalhadores brasileiros a liberação do saque emergencial, este ano. https://d-410792921230681535.ampproject.net/2105150310000/frame.html

Contudo, com a evolução da pandemia da covid-19, tornou-se essencial, a adoção de outras medidas emergenciais, como o auxílio, o BEm e o 13.º salário. 

Em razão disso, a medida que poderia já estar disponível em janeiro deste ano, acabou perdendo os holofotes, de modo que houve pouca movimentação política do final de 2020 para cá, no que diz respeito à liberação do saque emergencial do FGTS. 

Ademais, conforme o Conselho curador do FGTS, a medida pode colocar em risco a sustentabilidade do fundo, tendo em vista que a retirada das quantias em 2020 e a redução de depósitos, já comprometeu o fundo de garantia, este ano. Logo, isto é mais um fator para inviabilizar a medida em 2021.

Frente a estas justificativas, ainda não há sequer uma previsão para medida este ano. Logo, pode-se concluir que a liberação da nova rodada do saque-emergencial deve acabar sendo engavetada para 2021.

Fonte: Rede Jornal Contábil

Comentários




 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui