Saiba como identificar uma cédula danificada

 Saiba como identificar uma cédula danificada
Compartilhe esta notícia:
Digiqole ad

O empresário Fábio Cavalcante perdeu a conta de quantas cédulas danificadas já recebeu no restaurante em que trabalha.

Para maior comodidade do cliente, muitos comerciantes recebem este tipo de cédula, até porque ela continua com valor mas, segundo o Banco Central, o ideal é que ela não seja repassada, como explica o gerente técnico de Meio Circulante do Banco Central, Sérgio de Castro.

E se a nota perde mais de 50% do tamanho original? Aí, não tem jeito, fica sem valor. 

Já quando se tem a metade certinha, a troca por uma nova é feita desde que se tenha a outra metade e for possível comprovar que as duas são da mesma célula.

O ideal, no entanto, é que nossas células durem o máximo possível, já que a fabricação é paga com recursos públicos, ou seja, sai do nosso bolso. 

Sérgio de Castro, do Banco Central, esclarece o que acontece com as cédulas danificadas.

O Banco Central considera como células danificadas aquelas que foram marcadas, rasgadas, cortadas ou queimadas e, ainda, as que tiveram uma parte suprimida.  

Fonte: Radioagencia Nacional

Digiqole ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: